Realize > Ferramentas

Fluxo de caixa: riscos de descuidar do controle financeiro da sua empresa

fluxo de caixa

Por que você precisa ler este texto?

Fluxo de faixa é o controle sobre o dinheiro que entra e sai da empresa. Fazer o balanço e analisá-lo com frequência pode garantir a sustentabilidade do seu negócio e ajudar nas projeções para o futuro.

Quando o empreendedor não tem controle sobre o dinheiro que entra e sai do seu negócio, problemas podem aparecer. Fluxo de caixa é a expressão que usamos para falar desse movimento, muitas vezes deixado de lado pelos donos de empresa.

O dinheiro entra em caixa por meio da venda de produtos, serviços ou bens da empresa, como veículos e equipamentos. Sai de caixa na forma de pagamento de contas, salário de funcionários, acerto com fornecedores, compra de matéria-prima e assim por diante.

Quando a entrada de recursos, isto é, dinheiro, é maior do que a saída, o saldo é positivo. Mas quando a saída é maior do que a entrada, cuidado: sua empresa pode estar em déficit e corre o risco de falir caso a situação não seja revertida.

O fluxo de caixa é uma ferramenta importante da gestão financeira. O empreendedor que olha apenas para o faturamento pode se enganar. Afinal, de nada adianta lucrar R$10.000 todos os meses se os gastos com as despesas superarem esse valor.

O que é fluxo de caixa?

O fluxo de caixa é uma ferramenta de controle financeiro, para garantir que o saldo da empresa seja sempre positivo. Quando há um descontrole entre faturamento e gasto, existe um problema no fluxo de caixa. Para controlar o fluxo de caixa, todos os recebimentos e despesas devem ser registrados em planilhas ou em sistemas de gestão online. Baixe um modelo de planilha.

Além disso, uma análise do fluxo de caixa deve ser feita periodicamente (semanalmente, quinzenalmente ou mensalmente).

Fazendo o fluxo de caixa, o empreendedor poderá:
– Avaliar se o dinheiro recebido será suficiente para cobrir as contas naquele período;
– Ver se é preciso ajustar o valor dos seus produtos ou serviços;
– Entender se será preciso buscar dinheiro extra em outras fontes, como empréstimos ou financiamentos;
– Descobrir se é possível fazer promoções e liquidações;
– Saber se o seu negócio é sustentável;
– Calcular seu pró-labore.

Importância do fluxo de caixa para o crescimento da empresa

Manter as contas em dia é muito importante para garantir que o negócio será sustentável e que irá crescer com o tempo. O empreendedor que faz o fluxo de caixa com atenção tem uma visão mais precisa do rendimento financeiro da empresa. Além disso, pode fazer projeções para o futuro. Portanto, a ferramenta funciona tanto como instrumento de controle, como de crescimento.

Por exemplo: você tem uma sorveteria e deseja comprar um novo freezer para armazenar mais sorvetes e vender mais. Se o seu fluxo de caixa estiver negativo, não é a hora de fazer a compra. Será preciso analisar o lado financeiro para então identificar onde está o ralo de dinheiro, isto é, para onde está indo seu lucro.

Quando o saldo for positivo e tiver uma certa folga, aí será possível projetar a aquisição do freezer – além disso, o fluxo de caixa te ajuda a entender se você poderá comprar à vista ou parcelar. Se for parcelar, poderá projetar o número e valor das parcelas e já deixar esse gasto previsto no fluxo de caixa dos próximos meses.

Dicas para fazer o fluxo de caixa

Registrar todas os gastos e ganhos da empresa é essencial, mas isso deve ser feito de forma organizada. Classifique os itens em “impostos”, “manutenção de equipamentos”, “salários”, “despesas com o espaço físico” e assim por diante. Dessa forma, fica mais fácil visualizar quanto você gasta e fatura com cada item. Quando necessário, saberá o que cortar ou em que investir.

Faça isso de forma detalhista. Por exemplo, não coloque apenas “gastos com fornecedor”. Especifique com qual fornecedor gastou aquela quantia. E registre absolutamente tudo: desde uma simples compra de caneta até a venda do seu produto mais caro.

Comprometa-se a acompanhar o fluxo de caixa no período estabelecido. Além de registrar as entradas e saídas, faça uma análise para entender se o negócio está se sustentando e dando o lucro que você espera.

Trabalhe com base na realidade e garanta que os dados são verdadeiros. Muitas vezes, o fluxo de caixa vai te trazer más notícias. Mas é melhor encarar a verdade e dar a volta por cima do que viver uma mentira e falir, não é mesmo?

E você: controla o fluxo de caixa da sua empresa?

  • Essa matéria foi útil?
  • 0 0
Assine nossa Newsletter
Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter
Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receerá de nós.

Assine nossa Newsletter

Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter

Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receberá de nós.