Realize > Dicas de especialistas

Gabi Oliveira, do canal DePretas, dá dicas para trabalhar como youtuber

Gabi Oliveira_youtuber

Ser youtuber é o sonho de muita gente e já virou uma profissão como outra qualquer. Ganhar dinheiro alimentando um canal no YouTube pode ser uma alternativa para quem deseja trabalhar por conta própria e investir naquilo que gosta.

Para Gabi Oliveira, dona do canal DePretas, é possível encarar o YouTube como um trabalho profissional. Youtuber há dois anos, conquistou mais de 170 mil seguidores ao se posicionar de forma autêntica sobre assuntos como estética da mulher negra e relações étnico raciais. O seu sucesso, no entanto, é fruto de muito comprometimento.  

“Desde o início eu encarei o YouTube como um trabalho, pois iniciei o canal logo após ficar desempregada. Obviamente, como sou pé no chão, encará-lo como trabalho não significava que eu esperasse retorno financeiro logo no início”, relembra. “Muito pelo contrário, acho que quando comecei não tinha muita noção do YouTube como negócio. Considerava um trabalho pois era algo que demandava planejamento, tempo, esforço e comprometimento”, completa.

Quando estava na universidade, Gabi fez uma pesquisa sobre o papel das redes sociais na valorização da estética da mulher negra. Durante esse período, acompanhou alguns canais que falavam sobre a aceitação do cabelo natural. Além disso, teve o primeiro contato com livros escritos por autores negros que falavam sobre questões raciais. Meses após terminar a graduação, ficou desempregada e teve a ideia de criar o DePretas: estava ansiosa para compartilhar o conhecimento que havia adquirido com outras mulheres.

“Antes de o primeiro vídeo ser lançado, eu já tinha gravado cerca de sete vídeos para as próximas semanas. Além disso, fiz uma lista com pelo menos 30 temas que gostaria de abordar nos meses seguintes”, conta Gabi.

O sucesso do DePretas

Além de planejar tantos vídeos com antecedência, Gabi criou uma “persona” que representava o canal desde o início. Essa “persona” tinha personalidade, objetivo e temas favoritos. “Acredito que isso também tenha ajudado as pessoas a terem vontade de compartilhar o conteúdo, porque elas sabiam o que iriam encontrar no canal”.

Para a youtuber, ser autêntico é muito importante para se destacar na plataforma. As temáticas que aborda no DePretas chamam atenção, mas há outros canais que também as discutem. Seu diferencial é seu jeito de ser.

Muitas meninas desejam entrar no YouTube para falar sobre beleza, por exemplo. Mas a maioria faz vídeos muito parecidos com os que já existem e fazem sucesso há anos pois, na época, eram considerados inovadores ou peculiares. Para ganhar destaque, é preciso ser criativo sempre.

Como a profissão de youtuber é nova, Gabi acha difícil definir o que realmente faz alguns canais terem sucesso e outros não. “No meu caso, acredito que teve a junção do planejamento com a perseverança. Meu canal cresceu de forma muito orgânica. Até os 100 mil inscritos, não teve nenhum evento. Nenhum vídeo super viral ou alguma colaboração que trouxesse muitas pessoas”, conta. “Porém, antes mesmo de começá-lo, fiz um planejamento para que eu pudesse manter a periodicidade. Normalmente, o que faz as pessoas se inscreverem em canais é perceberem que ali encontrarão um conteúdo consistente”, afirma.

Dicas para trabalhar como youtuber

Na opinião de Gabi, o sonho de viver do YouTube é bem parecido com os desejos de ser modelo ou jogadora de futebol. São profissões possíveis, mas a maioria não atinge sucesso e ganha rios de dinheiro. Ainda assim, ela incentiva as pessoas a entrarem no YouTube, pois ainda faltam muitos conteúdo a serem abordados.

“Eu sempre falo que não larguei tudo por causa do canal, foi tudo que me largou. Em relação ao trabalho e vida financeira eu costumo ser bem conservadora, então não largaria o trabalho para embarcar no sonho de trabalhar com o YouTube. Eu precisei ficar desempregada para abraçar o projeto”, declara.

Para quem deseja se tornar youtuber, ela dá algumas dicas:

1 – Encarar como trabalho, mas manter os pés no chão;

2 – Falar sobre algo que realmente goste;

3 – Ter uma segunda alternativa;

4 – Tentar usar o YouTube como uma plataforma para promover outro negócio pessoal.

Quem cria um canal no YouTube e começa a receber mais inscritos é dono de uma empresa. Isso traz responsabilidades e requer uma postura profissional. “Quem vê de fora acha que é uma vida de glamour e likes, mas existe muito mais por trás das câmeras. Muitas planilhas, emails e questões financeiras”, finaliza.

Você já criou seu canal no YouTube? Mande sua história para a gente!

  • Essa matéria foi útil?
  • 0 0
Assine nossa Newsletter
Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter
Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receerá de nós.

Assine nossa Newsletter

Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter

Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receberá de nós.