Primeiros passos > Organize-se

Como vender no Mercado Livre e criar uma loja online

como vender no mercado livre

A internet abre portas para empreendedores que desejam ganhar dinheiro sem sair de casa. Saber como vender no Mercado Livre pode ser boa opção para quem não tem um espaço físico e deseja aumentar suas vendas online – ou fazer da plataforma sua principal ferramenta.

Para ter sucesso vendendo no Mercado Livre, é preciso aprender a criar bons anúncios. Descrever o produto com precisão, tirar boas fotos e construir uma reputação é fundamental para que seu negócio tenha sucesso. O envio da mercadoria também é importante: cumprir prazos e garantir que tudo chegue ao consumidor como foi prometido é, no mínimo, essencial. Também é possível criar uma loja virtual, onde toda a sua mercadoria ficará organizada e você poderá fidelizar alguns clientes por lá.

O que é o Mercado Livre

O Mercado Livre é um site de comércio eletrônico que permite que os usuários vendam e comprem produtos novos e usados pela internet. Para os compradores, é um canal para achar vendedores facilmente e comparar preços.

Para os vendedores, é uma forma de ganhar dinheiro sem sair de casa e ter acesso ao vasto público que acessa a plataforma. Também é possível ganhar uma grana revendendo aquilo que você não quer mais, ou revendendo produtos a preços mais baixos. Pode ser um bom brechó, por exemplo.

Ou seja, de ambos os lados estão pessoas que preferem usar a plataforma do Mercado Livre por ser mais confiável do que uma venda direta entre desconhecidos, por exemplo.

Como vender no Mercado Livre

Se o seu objetivo é vender no Mercado Livre sem criar uma loja online, o processo é simples:

1 – Crie uma conta

Clique em “Vender” e preencha o cadastro. Se você já fez compras no Mercado Livre e tem uma conta criada é possível usar o mesmo login de usuário. Mas se o seu objetivo for criar uma loja online ou atuar de forma profissional, use um email criado para a sua empresa, de preferência.

2 – Selecione as categorias e subcategorias do produto

Os compradores podem usar o campo de busca, digitando exatamente o que querem comprar, como “smartphone”, ou buscar nas categorias. Neste caso, eles provavelmente escolheriam em “celulares e telefonia”

Logo, na hora de criar o anúncio do seu produto, é sempre importante marcar categorias e subcategorias. Se for vender botas, por exemplo, escolha a categoria “calçados femininos” e marque a subcategoria “botas”. Também é possível escolher a marca do produto.

3 – Escolha boas imagens

mercado livre

Foto: Divulgação

É possível tirar fotos dos seus produtos ou escolher da internet. Se for colocar fotos reais, tiradas por você ou alguém de confiança, certifique-se de que são imagens com boa qualidade e que valorizam a mercadoria.

Se for escolher imagens da internet, procure por uma foto que represente fielmente seu produto.

Nos dois casos, basta clicar em “adicionar imagem”. Você poderá escolher entre fazer upload (subir para a internet uma foto que está armazenada no seu celular ou computador) ou buscar na internet.

Caso seja necessário, é possível adicionar vídeos. Em “vídeo”, escolha um arquivo armazenado no seu computador ou cole um link do Youtube.

4 – Faça uma boa descrição

mercado livre

Foto: Divulgação

Na descrição, é preciso escolher um título claro e que chame atenção dos seus possíveis compradores. O bom título vai levar o usuário a clicar no seu anúncio, e não no dos outros. Também é preciso criar um subtítulo com informações mais detalhadas. Por exemplo:

Título: Bota de couro preta com salto tratorado.
Subtítulo: Bota preta de couro com salto tratorado de boa qualidade, com zíper lateral na cor dourada.

No caso do subtítulo, é importante usar palavras-chaves que sejam valorizadas pelo Google. Portanto, pense no que você pesquisaria na internet caso fosse procurar por essa mercadoria. Foque-se nas principais características do produto, como “couro”, “salto tratorado” e “zíper lateral”.

Descrição: Nesse campo você deve ser claro e sincero, especificando as reais condições do seu produto. Fale sobre o material, as dimensões e todos os detalhes. Se for vender algo usado, que tenha algum tipo de defeito, deixe isso bem claro.

5 – Condições de venda

O Mercado Livre não permite apenas estabelecer um preço e fazer vendas tradicionais. Também é possível leiloar um produto, para que usuários o disputem e você consiga o melhor preço possível pelo que está vendendo. Existem duas opções:

Compre já: Se quiser vender por um preço fechado, como por R$50, por exemplo, clique nesta opção. Preencha os dados do preço e quantos produtos estão disponíveis para venda.

Arremate: Se você quer leiloar um produto, clique nesta opção e defina um preço inicial, como R$50. Os usuários darão lances a partir desse valor.

6 – Pagamento

O Mercado Livre tem um serviço de pagamentos próprio, chamado Mercado Pago. Se não quiser utilizá-lo, escolha outras opções: “dinheiro”, “cheque”, “cartão de crédito”, depósito bancário”ou “sedex a cobrar”.

Você pode selecionar todas as opções, incluindo “a combinar”. Nesse caso, o usuário entrará em contato para combinar como será feito o pagamento.

7 – Entrega e garantia

Por fim, é preciso definir se você irá oferecer garantia do seu produto e se o frete será gratuito ou não. Leve isso em consideração ao decidir sobre o valor do produto.

Como criar uma loja virtual no Mercado Livre

Também é possivel criar uma loja no Mercado Livre, onde todos os seus produtos serão vendidos. Pode ser boa ideia para deixar seu negócio com uma cara mais profissional e organizada. Clientes poderão se fidelizar e sempre acessar o seu link quando precisarem de algo que esteja dentro do que você oferece.

Para criar uma loja no Mercado Livre, é preciso ter uma conta de usuário. Login feito, entre em MercadoShops e escolha entre dois planos: Básico, que é gratuito, ou Profissional, que custa R$99 por mês. Veja o que ambos oferecem para entender qual atende melhor suas necessidades e qual cabe dentro do seu orçamento.

Para criar anúncios dos produtos, o passo a passo é o mesmo. É preciso selecionar boas fotos, criar bons títulos e organizar as mercadorias em categorias. Para destacar as principais mercadorias, clique nas opções “página principal” ou “destaques”.

Também é possível dar uma cara própria para a sua loja virtual, adicionando um logo e escolhendo cores. Boas vendas!

  • Essa matéria foi útil?
  • 0 0
Assine nossa Newsletter
Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter
Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receerá de nós.

Assine nossa Newsletter

Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter

Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receberá de nós.