Primeiros passos > Descubra sua força

Mentoria: o que é e qual a sua importância para empreededores

mentoria

Por que você precisa ler este texto?

Empreendedores que recebem mentoria têm mais chances de continuar o negócio e ter sucesso no futuro. Saiba como conseguir um mentor.

Empreender não é simples, mas também não precisa ser uma tarefa solitária. A mentoria é uma troca de experiências no qual o mentor auxilia um profissional menos experiente a desenvolver suas habilidades e a escolher o melhor caminho para a sua jornada.

Ariel Pascke, responsável pelo programa de mentoria da Aliança Empreendedora, diz que o processo de troca entre mentor e mentorado — quem recebe a mentoria — é muito importante para quem deseja construir um negócio próprio. “O mentor auxilia o empreendedor a desenvolver o negócio e o ajuda a perceber novos caminhos e possibilidades, tanto durante a abertura quanto durante o crescimento da empresa”, diz.

A mentoria não acontece só em instituições como a Aliança Empreendedora e em outras entidades que incentivam o empreendedorismo como aceleradoras, por exemplo. Muita gente já passou por esse processo sem saber. Ao longo da sua vida, alguém em especial te ajudou a enxergar as coisas de uma forma diferente? Ou teve influência direta sobre seu crescimento ou desenvolvimento profissional? Caso a resposta seja sim, saiba que essa pessoa atuou como um mentor, mesmo que sem saber.

Dentro da Aliança Empreendedora, por exemplo, há voluntários prontos para auxiliar as empreendedoras de acordo com suas dificuldades. Geralmente, são donos de negócio que têm experiências ricas para compartilhar. Mas o mentor também pode ser um profissional de outras áreas, como marketing, finanças ou gestão, de uma área que você tenha mais dificuldade, por exemplo.

Como funciona a mentoria

A Aliança faz o trabalho de encontrar pontos em comum entre profissionais para escolher quem será o mentor em cada caso. Empreendedoras que estão com dificuldade em administrar suas finanças para quitar dívidas ou investir terão ajuda de alguém capacitado na área financeira. Se precisam de ajuda na divulgação, o ideal é alguém de comunicação, e assim por diante.

mentoria

Foto: Istock/Getty Images

Mas Ariel ressalta que o mentor não toma decisões pela empreendedora. “Por exemplo, devo montar um espaço físico ou não? O processo de mentoria ajuda a visualizar pontos negativos e positivos, para que a própria empreendedora tome a decisão final”, afirma.

O objetivo da mentoria não é trazer respostas prontas. O mentor ajuda a empreendedora a definir seus objetivos e a traçar o melhor caminho para alcançá-los. Ele também compartilha o conhecimento que adquiriu e traz uma visão de fora para o seu mentorado.

Às vezes, quem está muito envolvido com os afazeres do dia a dia não enxerga soluções diferentes para seus problemas. Um olhar externo pode ajudá-lo a enxergar novas possibilidades.

Além disso, o mentor tem um papel importante: encorajar o empreendedor a ser persistente e seguir em frente. “O mentor é alguém que vai estar incentivando, torcendo e atuando como um ouvinte para o empreendedor”, afirma Ariel. “Assim, suas chances de obter sucesso serão maiores. Pesquisas mostram que os empreendedores que recebem mentoria têm mais chances de continuar o negócio e ter sucesso do que os que não passaram pelo processo”, completa.

Onde conseguir mentoria

Para buscar mentoria, o empreendedor deve fazer uma lista das pessoas nas quais se espelha e considera como referência. O ideal é que sejam pessoas acessíveis e que estejam abertas para participar de um processo desse tipo.

Associações comerciais e instituições de incentivo ao empreendedorismo, como a própria Aliança, costumam oferecer mentoria para quem está iniciando o seu negócio ou já tem alguma experiência. Outra opção é participar de encontros com outros empreendedores ou trabalhar em coworkings, onde é possível fazer networking e conhecer mais profissionais.

Se você já adquiriu certa experiência tocando o seu negócio e deseja empoderar outras mulheres, pode se tornar mentora de projetos. Mas Ariel ressalta que experiência não é o único requisito. Sobretudo, o mentor deve ser empático e saber ouvir as necessidades e dúvidas do mentorado.

“É preciso estar pronto para ouvir o que o outro tem a dizer e ajudá-lo a crescer. Muita gente quer ajudar, mas acaba colocando suas opiniões de forma impositiva”, conta. “É importante ter o cuidado de não impor o conhecimento ou dizer o que a outra pessoa deve fazer. Deve-se estar aberto a ouvir, ter empatia e, é claro, ter bastante conhecimento”, completa.

A mentoria não é só um processo profissional. É um processo para a vida. Qualquer pessoa que tenha vontade de crescer e se desenvolver pode buscar um mentor em qualquer momento e para tomar qualquer decisão em qualquer área.

Você já pensou em dar ou receber mentoria?

  • Essa matéria foi útil?
  • 0 0
Assine nossa Newsletter
Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter
Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receerá de nós.

Assine nossa Newsletter

Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter

Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receberá de nós.