Inspire-se > Negócios brilhantes

8 livros sobre empreendedorismo de mulheres para mulheres empreendedoras

livros sobre empreendedorismo

Todo dono de negócio que se preze procura se informar sobre sua área. Se você está começando uma empresa, ler sobre como é empreender é funsamental. E uma forma de fazer isso é ir atrás de livros sobre empreendedorismo que dão boas dicas ou contam histórias inspiradoras.

Certas obras trazem biografias, entrevistas e histórias de pessoas que dão bons exemplos de como ser persistente e vencer as dificuldades. Para o empreendedor, não há nada como a força da inspiração. No caso das mulheres, encontrar semelhantes em quem possam se espelhar é ainda mais poderoso, já que o empreendedorismo feminino reúne ainda mais dificuldades por questões culturais e sociais. Veja boas dicas na lista abaixo:

Livros sobre empreendedorismo de mulheres para mulheres

“Beleza Natural”

por Liana Melo/Zica Assis

Zica Assis é ex-empregada doméstica e dona de um império de beleza. Por anos, a carioca testou misturas caseiras para lidar com seus cabelos. Enfim, descobriu uma receita para deixar os fios crespos ainda mais sedutores.

A biografia, escrita por Liana Melo, conta a trajetória inspiradora da empreendedora, desde sua infância pobre no Rio de Janeiro até a criação da rede Beleza Natural.

Nós também já contamos uma parte dessa história aqui.

“Empreendedoras de alta performance”

por Tatyane Luncah, Andreia Roma e Vanessa Costock

O livro reúne histórias de grandes mulheres, como executivas e empresárias, que são “bem-sucedidas, confiantes, determinadas, persistentes e apaixonadas pelo que fazem”. As trajetórias tão particulares inspiram e motivam outras empreendedoras que precisam só de um empurrãozinho para voar.

“Faça acontecer – Mulheres, trabalho e a vontade de liderar”

por Sheryl Sandberg

Sheryl Sandberg é ninguém menos do que a  COO (diretora de operações) do Facebook. Ela já foi eleita uma das mulheres mais poderosas do mundo pela revista Forbes e é uma militante da igualdade de gênero.

A executiva encoraja mulheres a sonharem alto, assumirem riscos, acreditarem no seu potencial e perseguirem seus objetivos. Ela também faz uma reflexão de sua carreira e faz considerações acerca de sua pesquisa sobre mulheres no mercado de trabalho.

“Meditações”

por Elizabeth Holmes

A empreendedora Elizabeth Holmes, fundadora e CEO da empresa de tecnologia e saúde Theranos, inspirou-se na coleção de ensaios filosóficos do imperador romano Marco Aurélio para falar os sobre altos e baixos do empreendedorismo. A própria empreendedora, que subiu muito rápido na carreira, enfrentou altos e baixos ao atingir o topo, falir e se reerguer.

“Girlboss”

por Sophia Amoruso

Com apenas 22 anos, Sophia começou a vender roupas usadas no eBay. Ela as reformava e tirava belas fotos para vender por um preço muito alto. Antes disso, sua adolescência foi marcada pela falta de perspectiva, pouco estudo e uma série de furtos.

Contrariando as expectativas, fundou a Nasty Gal, uma loja virtual milionária com centenas de funcionários. A história de Sophia virou a série da Netflix “Girlboss”.

“De princesa a rainha da moda”

por Diane Von Fustenberg

Quem gosta de moda certamente já ouviu falar na estilista, considerada uma das mulheres mais influentes e inovadoras da atualidade. No livro, Diane divide sua trajetória empreendedora em três fases: o Sonho Americano, a Volta Triunfal e a Nova Era. Já deu vontade de ler?

“De empreendedor e louco todo mundo tem um pouco: perder o juízo pode ser um bom caminho”

por Linda Rottemberg

Linda Rottenberg é uma voz de incentivo e inspiração para quem acredita que empreendedorismo é só para quem tem berço de ouro ou muito dinheiro. A autora ficou conhecida como “la chica loca” depois de uma reunião na Argentina, quando insistia que empreendedores não existem apenas no Vale do Silício, mas também em países emergentes, como o Brasil.

Linda é co-fundadora da Endeavor, uma das maiores empresas do mundo. Por causa dela, os termos “empreendedor” e “empreendedorismo” foram acrescentados ao dicionário da língua portuguesa.

“Lugar de mulher é onde ela quiser”

por Patricia Lages

Para Patricia, empreender é um verbo que toda mulher que deseja ser bem-sucedida deve saber conjugar, seja como funcionária, profissional liberal, freelancer ou empresária. Ela deve ter o objetivo de conquistar o próprio espaço e de realizar os próprios sonhos. O principal objetivo da autora é mostrar que empreender tem sim tudo a ver com o universo feminino.

  • Essa matéria foi útil?
  • 0 0
Assine nossa Newsletter
Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter
Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receerá de nós.

Assine nossa Newsletter

Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter

Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receberá de nós.