Inspire-se > Negócios brilhantes

Instituto Flor Gentil dá novo destino para flores descartadas após eventos

Instituto Flor Gentil

Por que você precisa ler este texto?

Empreendedores têm muito a aprender com o trabalho de ONGs e negócios sociais, projetos que precisam lutar para se manter financeiramente enquanto apoiam a sociedade.

Trabalhar com flores é uma atividade comum a vários segmentos de mercado, como decoração de festas e floriculturas. Todos os anos, milhares de arranjos em perfeitas condições são descartados após eventos. O Instituto Flor Gentil, em São Paulo, dá um novo destino para as plantas e alegra a vida de idosos que vivem em casas de repouso.

O Flor Gentil foi fundado em 2010 pela florista Helena Lunardelli, autora dos livros “Cidade das Flores” e “Pequenos Arranjos do Cotidiano”. Durante os eventos que produzia, ouvia os funcionários comentar que custava caro decorar uma festa e que precisavam juntar dinheiro por um bom tempo para conseguir fazer algo do tipo. Enquanto isso, centenas de arranjos em ótimas condições iam para o lixo.

Depois de uma dessas festas, Helena levou as flores para seu ateliê e fabricou novos arranjos. Como era muito próxima dos avós, decidiu distribuí-los em casas de repouso. “Ela fazia muitos eventos e estava se questionando sobre como poderia ajudar o próximo de alguma maneira”, conta Cecília Maia, diretora geral do Flor Gentil. “Aquela ação se tornou a sementinha do projeto”, conta.

Em 2012, o projeto se tornou Instituto e já tem mais de três mil colaboradores cadastrados. Hoje, o Flor Gentil funciona com mão de obra voluntária e tem apenas um funcionário, contratado para fazer o trabalho administrativo. É um negócio social que surgiu de uma empresa tradicional.

O Instituto Flor Gentil

Os voluntários fazem uma triagem e escolhem as flores que estão em bom estado. O processo é criterioso para que o material doado realmente esteja em boas condições. Em seguida, os arranjos são distribuídos entre as 34 casas de repousos cadastradas.

Instituto Flor Gentil

Foto: Divulgação

O Instituto também tem outra vertente, o Fundo Flor Gentil. Ele é responsável por doar flores para instituições assistenciais ou pessoas de baixa renda que farão um grande evento e não têm como arcar com os custos de decoração. Nesse caso, os arranjos são feitos sob medida. Eles alegram hospitais, escolas, capelas e eventos beneficentes.

O Flor Gentil se mantém com doações e venda de produtos artesanais. Além disso, desenvolveu oficinas curtas de arranjos e jardinagem que são ministradas em eventos e shoppings durante a primavera. Os cursos costumam ser adquiridos por empresas que oferecem programas de qualidade de vida para seus funcionários.

Instituto Flor Gentil

Foto: Divulgação

O Instituto também se sustenta com o dinheiro que sai do bolso da própria diretora. Após o afastamento de Helena, Cecília tomou a frente e o transformou em seu projeto pessoal. Hoje, seu principal objetivo é que o Flor Gentil caminhe com as próprias pernas e que, quem sabe, se transforme em uma fonte de renda no futuro.

O trabalho voluntário como horizonte para empreendedores

Cecilia tem 45 anos, é engenheira de computação e sempre trabalhou no mercado de TI. “Trabalhei com transações eletrônicas, mercado financeiro, telefonia celular”, relembra. “Depois, comecei uma empresa com mais quatro sócios. Terminamos com quase 200 funcionários”, completa.

Segundo Cecília, seu caminho dentro do empreendedorismo foi recompensador. “Experimentamos um crescimento bem grande, foi muito estimulante e tinha bastante trabalho. Tenho muito orgulho de fazer parte da história dessa empresa”, conta.

Instituto Flor Gentil

Foto: Divulgação

Mas a vida da empreendedora tomou outro caminho quando a empresa recebeu a proposta irrecusável de passar por uma fusão. O processo foi complicado e envolveu uma série de mudanças na política e na mentalidade de quem tocava o negócio. Cecília acabou decidindo deixar o negócio em um momento conturbado de sua vida pessoal, quando sua mãe passava por um tratamento de câncer.

“Minha mãe está bem agora, mas passei um tempo cuidando dela e me perguntando o que queria fazer da vida. Achei que já estava na hora de focar no próximo. Afinal, já tinha uma história profissional bem-sucedida. Então queria doar meu tempo para outras pessoas”, explica.

A empreendedora começou a procurar instituições para apoiar e se deparou com o Flor Gentil. A possibilidade de trabalhar com flores logo chamou sua atenção, pois carrega significados positivos de acolhimento e gratidão. “Me encantei com o trabalho, é um processo quase meditativo, o ambiente é legal, repleto de pessoas agradáveis e que buscam a mesma coisa”, conta.

Instituto Flor Gentil

Foto: Divulgação

A grande maioria dos voluntários do Flor Gentil são mulheres que desejam doar seu tempo livre para ajudar os outros. Hoje, Cecília tem uma ocupação não remunerada, mas que a realiza profissionalmente. Ela ainda não tem planos de se aposentar e pretende trabalhar muito pelo Flor Gentil.

Para a empreendedora, a nova experiência trouxe aprendizados diferentes dos que experimentou quando era dona de empresa. “Trabalhar em um ONG que praticamente não tem recursos exige que você faça muita mágica. Além disso, a possibilidade de lidar com pessoas tão diferentes é estimulante e desafiador”, afirma. “Na ONG, nós trabalhamos com gente de tudo quanto é jeito, com diferentes crenças, níveis sociais e de educação. E todos têm o mesmo objetivo. Isso que eu acho bacana”, finaliza.

  • Essa matéria foi útil?
  • 0 0
Assine nossa Newsletter
Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter
Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receerá de nós.

Assine nossa Newsletter

Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter

Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receberá de nós.