Inspire-se > Negócios brilhantes

Ane Sarinara leva rap, gênero e luta de classes para a sala de aula

Ane Sarinara

Ane Sarinara nasceu e cresceu na periferia da cidade de Osasco, em São Paulo. Estudou a vida toda em escola pública. Só conseguiu entrar em uma faculdade por causa do ProUni, programa Universidade para Todos do governo federal. Ane sabia que seria muito difícil conseguir passar em uma universidade pública. “Cheguei a ver como era a prova da Fuvest e fiquei desesperada. Falei para a minha mãe que eu não ia conseguir passar. Eu estudava e trabalhava, não tinha tempo, nem dinheiro para fazer cursinho”, relembra. Mas a vontade de cursar História era maior e, ao concluir o Ensino Médio, Ane estudou como deu e passou no vestibular da Unifieo.

O que vem depois é a melhor parte. Por conhecer bem a realidade dos alunos para quem dá aula hoje, Ane desenvolveu um método especial para lecionar. “Desde quando era aluna, eu sempre questionei a escola. Quando estagiava pude conversar com muitos alunos. Eu perguntava a eles como é que gostariam de ter aula, porque via que muitos só iam para a escola para ‘causar’”, conta.

Leia mais:
Advogada, produtora e empresária dos Racionais MC’s, Eliane Dias é mulher de fibra
Mylene Pereira superou diversos obstáculos para se tornar juíza

Em 2011, Ane notou que havia uma rapaz em sua sala que tinha muita dificuldade de aprendizado. Depois da aula, foi conversar com ele e descobriu que o sonho dele era ser MC (o “mestre de cerimônia” que compõe rimas de rap para músicas ou apresenta shows). “Por mais que conversássemos, eu não conseguia avaliar até onde ele tinha acompanhado o conteúdo que eu tinha passado em sala de aula. Então, propus que ele fizesse uma música sobre o tema que eu desse”, relembra Ane. Ela pediu a ele que compusesse uma letra original sobre a 2ª Guerra Mundial. Ele não só levou a nota máxima, como fez todo mundo cantar junto.

Ane Sarinara quer empoderar seus alunos

Um dos maiores desafios da professora Ane Sarinara é, em primeiro lugar, aumentar a autoestima desses jovens. “As pessoas que estudam em escola pública são subestimadas. Tudo o que é produzido na periferia não é considerado bom. São tratados como ‘mais um vagabundo no mundo’, que não vai chegar a lugar nenhum”, diz a professora. “Uma das primeiras coisas que eu faço é confiar neles e fazer com que eles confiem em si mesmos. Mas tenho que insistir muito”, conta.

As aulas de História de Ane procuram sempre resgatar a história da periferia que não está nos livros didáticos. Fazer com que eles entendam, por exemplo, as razões que fizeram com que os pais desses alunos saíssem do Nordeste e chegassem até o Sudeste estão no programa de estudos dado por Ane. Além disso, a professora está sempre incentivando-os a saírem da periferia e conhecerem outros lugares, outras pessoas. “Muitos deles nunca saíram da periferia. E eu falo sempre que eles devem conhecer o mundo e trazer as novidades para cá, onde as informações são tão limitadas e manipuladas. É muito importante ter uma pessoa aqui de dentro que circula. Ela faz toda a diferença”, diz.

Ane sabe que o seu papel é muito mais o de orientadora. Ela vive encontrando com seus alunos pelo bairro, fazendo compras no mercado ou na padaria. A curiosidade deles sobre a vida da professora também já rendeu boas discussões em sala de aula: Ane é lésbica e, ao não esconder isso, ajudou outros meninos e meninas gays a se assumirem também e serem respeitados da mesma forma que ela. 

Rodas para debater racismo, feminismo e desigualdade social acontecem com frequência nas aulas de Ane. Mais do que aproximar o mundo real às disciplinas obrigatórias, a professora forma cidadãos. “Eu não produzo máquinas para o vestibular. Não é o meu método. Não faz parte da minha didática. Eles são iguais a mim. Eu sou apenas a versão mais velha deles”, afirma.

  • Essa matéria foi útil?
  • 0 0
Assine nossa Newsletter
Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter
Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receerá de nós.

Assine nossa Newsletter

Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter

Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receberá de nós.