Inspire-se > Elas mudaram o mundo

A queniana Wangari Maathai lutou pelo meio ambiente e ganhou o Nobel da Paz

Wangari Maathai

Nascida no Quênia, Wangari Maathai foi a primeira mulher africana a receber o Prêmio Nobel da Paz em 2004. A ambientalista trabalhou para promover o desenvolvimento sustentável, a democracia e a paz em seu país. Ela chegou a ser presa e ameaçada de morte por causa dessa luta. Mas isso não a abalou e não a impediu de fazer tudo o que estava a seu alcance para atingir suas metas. Nas primeiras eleições livres do Quênia, ocorridas em 2002, ela foi eleita para o Parlamento e se tornou ministra-assistente do Meio Ambiente.

Wangari sempre se dedicou aos estudos e foi uma das melhores alunas em sala de aula. Por isso, ganhou uma bolsa da Fundação Joseph P. Kennedy Jr. e, junto a 300 quenianos seguiu para os Estados Unidos para completar o Ensino Superior em 1960. Formou-se bacharel em biologia, tornando-se a primeira mulher da África Oriental a conseguir tal feito. Continuou sua pesquisa na área e fez um mestrado na Universidade de Pittsburgh, na Pennsylvania, ainda nos Estados Unidos. Depois disso, foi para a Alemanha com o objetivo de trabalhar como pesquisadora em medicina veterinária. Em 1971, recebeu seu doutorado em anatomia na Universidade de Nairóbi, onde também trabalhou como professora de anatomia veterinária.

Leia mais:
Maria Teresa de Filippis foi a primeira mulher a competir pela Fórmula 1
Ane Sarinara leva rap, gênero e luta de classes para a sala de aula

Ainda na década de 70, Wangari Maathai fundou o movimento Cinturão Verde Pan-Africano, no Quênia, cuja missão é plantar 30 milhões de árvores. O movimento surgiu para atender às necessidades de centenas de mulheres que vivem na zona rural do Quênia e contaram que as fontes de alimentos haviam secado. O projeto, idealizado em conjunto com o Conselho Nacional de Mulheres do Quênia, não se dedica apenas a plantar sementes dessas árvores, como também oferece formação e capacitação para que essas mulheres aprendam a cuidar e a preservar da melhor forma o novo meio ambiente que está sendo germinado ali.

Wangari Maathai e sua luta contra o governo opressor do Quênia

A ambientalista sempre foi contra o regime político opressor de seu país, desafiando o governo que estava no poder até 2002. “Suas formas de ação únicas contribuíram para chamar a atenção nacional e internacional para a opressão política. Ela serviu como uma inspiração para muitos na luta por direitos democráticos e tem especialmente encorajado as mulheres a melhorarem sua situação”, foi o que disse o representante do Comitê do Nobel da Paz ao anunciá-la como vencedora do prêmio em 2004. Cinco anos depois de ganhar o Nobel da Paz, Wangari Maathai foi convidada a se tornar “mensageira da paz” da Organização das Nações Unidas (ONU), pelo secretário-geral Ban Ki-moon.

Em 2002, mesmo ano em que foi eleita para o Parlamento queniano, Wangari foi também convidada para dar aulas na Escola de Estudos Florestais e Ambientais da Universidade de Yale, em Connecticut, uma das mais famosas universidades do mundo.

A ambientalista seguiu firme em sua missão até ser vencida por um câncer. Morreu aos 71 anos em Nairóbi, capital de seu país. Nos últimos anos de vida, ela ajudou a estruturar um programa na ONU que tinha por objetivo plantar 1 bilhão de árvores.

Uma missão de vida realmente inspiradora, não? Que tal se inspirar na trajetória de Wangari Maathai e fazer a diferença para o seu povo?

  • Essa matéria foi útil?
  • 0 0
Assine nossa Newsletter
Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter
Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receerá de nós.

Assine nossa Newsletter

Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter

Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receberá de nós.