Inspire-se > Elas mudaram o mundo

Maria Quitéria se disfarçou de homem para lutar pela Independência do Brasil

Maria Quiteria

Em 1822, um soldado chamou a atenção por sua habilidade com as armas, disciplina e audácia. Conhecido por Medeiros, ele fazia parte da tropa que combatia os portugueses no movimento de Independência do Brasil. Um detalhe fazia com que ele se tornasse ainda mais especial: o soldado, na verdade, era uma mulher. Maria Quitéria de Jesus Medeiros foi a primeira brasileira que se tem registro a integrar uma unidade militar no país.

Maria Quitéria era filha de um fazendeiro da região de Feira de Santana, cidade da Bahia, e consta que nasceu em 1792 (ou seja, tinha 30 anos quando entrou para a luta). Teve uma infância tranquila e feliz até a morte da mãe, quando se viu obrigada a assumir a tarefa de cuidar de seus dois irmãos mais novos.

Em 1822, partidários da Independência do Brasil saíram em busca de voluntários e doações para a luta contra os portugueses. Maria Quitéria logo se interessou e foi pedir permissão para o pai para se alistar. Ele não deixou. Então, ela resolveu se disfarçar de homem, pegou roupas emprestadas do cunhado e alistou-se no regimento de artilharia como soldado Medeiros, seu último sobrenome.

Leia mais:
Três lições de grandes feministas
O que é sororidade e como ela pode ser importante para o seu negócio

Mais tarde, o soldado Medeiros (ou a Maria Quitéria) foi transferido para a infantaria e passou a integrar o Batalhão dos Voluntários do Imperador. Duas semanas depois, o pai dela saiu em sua procura e ela foi descoberta. Mas adivinha só? O major Silva e Castro, mesmo surpreso, não deixou que ela fosse desligada do grupo.

Maria Quitéria já havia conquistado o respeito dos companheiros. Depois disso, ela assumiu sua condição feminina e não precisou mais usar roupas masculinas. Ganhou destaque dentro da corporação pelo seu entusiasmo e bravura. Sua luta acabou influenciando outras mulheres e fez com que um grupo feminino fosse formado e liderado por ela.

Maria Quitéria: guerreira e, ao mesmo tempo, vaidosa

No dia 7 de setembro, D. Pedro I declarou a Independência do Brasil, mas as tropas portuguesas continuaram lutando pelo país. Houve uma batalha na foz do Rio Paraguaçu, na Bahia, e o grupo de mulheres comandadas por Maria Quitéria se destacou. Quando os portugueses foram finalmente derrotados, em 1823, Maria Quitéria foi reconhecida como heroína das guerras pela Independência e homenageada pelo imperador, levando o título de Cavaleiro da Ordem Imperial do Cruzeiro.

Cronistas da época relatam que, além de tudo, Maria Quitéria tinha uma beleza marcante e fazia questão de se manter vaidosa. Ela usava uma farda azul com um saiote que ela mesma havia feito e um capacete com penacho. Sua luta e independência pessoal incentivou futuros movimentos feministas.

Após a batalha chegar ao fim, Maria Quitéria casou-se com o lavrador Gabriel Pereira de Brito, antigo namorado, com quem teve uma filha, Luísa Maria da Conceição. Viveu no anonimato ao lado da família. Quando seu marido morreu, ela foi para Feira de Santana tentar receber parte da herança do pai, mas acabou desistindo do inventário. Mudou-se com a filha para Salvador, onde desenvolveu uma cegueira progressiva. Morreu em 1853, aos 61 anos.  

Em 1953, aos 100 anos de sua morte, o governo brasileiro decretou que o retrato de Maria Quitéria fosse inaugurado em todas as repartições e unidades do Exército do Brasil.

  • Essa matéria foi útil?
  • 0 0
Assine nossa Newsletter
Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter
Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receerá de nós.

Assine nossa Newsletter

Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter

Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receberá de nós.