Inspire-se > Elas mudaram o mundo

Hattie Larlham foi pioneira no cuidado de crianças e adultos com deficiência

Hattie Larlham

A norte-americana Hattie Lena Gadd Larlham (1914-1996) foi uma das primeiras enfermeiras a se especializar em cuidados e tratamentos específicos para crianças e adultos com necessidades especiais. Sua coragem, perseverança e compaixão inspirou a todos ao redor e serviu como exemplo para seus colegas de profissão e outros especialistas da área de saúde. Seu objetivo foi oferecer atenção da mais alta qualidade para pessoas com problemas de desenvolvimento.

Hattie nasceu e cresceu em Reader, no estado de West Virginia, nordeste dos Estados Unidos. Formou-se no Youngstown Hospital Association School of Nursing como enfermeira e, pouco tempo depois, começou a trabalhar na unidade de atendimento especial de um hospital em Ohio, estado vizinho. Hattie logo se decepcionou com a falta de programas assistenciais para crianças com deficiência. Mas em vez de só reclamar, Hattie resolveu fazer algo para mudar aquela situação.

Leia mais:
Florence Nightingale revolucionou a enfermagem
Bárbara Pereira de Alencar, avó do escritor José de Alencar, foi revolucionária

A gota d’água foi quando Hattie acompanhou o caso de uma família, em 1961, que se sofreu muito com os cuidados intensivos de uma bebê com hidrocefalia irreversível. Ela e o marido, que já tinham três filhos, resolveram levar essa criança para a casa e oferecer os cuidados necessários que ela precisava. Em pouco tempo, sua casa se transformou em um centro de atendimento para crianças com necessidades especiais. Ela chegou a cuidar de mais de 10 crianças em sua casa de três quartos.

A fundação do centro de atendimento para crianças e adultos com necessidades

Dois anos depois, em 1963, com mais de 100 crianças na lista de espera, Hattie criou a Fundação Hattie Larlham com capacidade para atendimento de 50 crianças e adultos com necessidades especiais.

Para promover sua causa nacionalmente, Hattie foi conselheira na questão da deficiência física e mental nos governos presidenciais de Jimmy Carter, Ronald Reagan e George H. W. Bush. Por sua trajetória, Hattie foi convidada a integrar o Hall da Fama das Mulheres de Ohio em 1980, além de ter recebido muitas homenagens. A enfermeira morreu em 28 de fevereiro de 1996.

Atualmente, o centro atende mais de 1.800 crianças e adultos com necessidades especiais em todo o Estado de Ohio. Cerca de 185 homens e mulheres com algum tipo de deficiência são capacitados para trabalhar lá por meio da campanha “I Am Able” (“Eu sou capaz”, na tradução livre para o português). Eles se dividem nos trabalhos do café, da lojinha de suvenir, nos cuidados com animais de estimação dentro da fundação e, quando ganham experiência, são recolocados em serviços na comunidade.

Segundo o site da instituição, “o nosso objetivo é encontrar trabalhos que os candidatos possam fazer, desejem fazer e sigam fazendo em uma empresa que eles se identifiquem”. A história e o legado de Hattie Larlham não são muito inspiradores?

  • Essa matéria foi útil?
  • 0 0
Assine nossa Newsletter
Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter
Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receerá de nós.

Assine nossa Newsletter

Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter

Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receberá de nós.