Inspire-se > A sua história

Paula Vecchi e a Enlace Colorido: comunicação para o público LGBT

enlace colorido

Meu nome é Paula Comparini Vecchi, tenho 33 anos e sou de Ribeirão Preto, interior de São Paulo. Eu acredito na igualdade, no amor e no respeito. Foi com essa convicção e em busca de uma oportunidade de negócios pioneira, inovadora e inclusiva que idealizei meu projeto de vida, a Enlace Colorido.

Fui criada para ser uma mulher independente e livre, dentro de uma família com um perfil naturalmente empreendedor. Meus pais, Regina e Sergio, atuaram como empresários em diversos ramos de atividades, de choperias a farmácias.

Em minhas memórias mais significativas de infância e adolescência vejo meus pais constantemente trabalhando: várias horas por dia, no período noturno, aos finais de semana e feriados. Eles se esforçavam para proporcionar a mim e ao meu irmão mais novo, Renan, uma educação de qualidade e uma vida confortável.

Minha família sempre foi diferente das mais convencionais. Fomos acostumados a conviver num ambiente movimentado, com diálogo e música. Isso fez com que eu crescesse com uma mente aberta, enxergando todo mundo igual e aprendendo a viver com a diversidade.

Vida é fazer todo sonho brilhar.

Saí de casa aos 18 anos para cursar Letras, em Araraquara. Logo já consegui uma bolsa para ministrar aulas de português em um cursinho. Depois de formada, desempenhei funções em muitos empregos e cidades diferentes: recepcionista de hotel, professora no ensino médio, corretora de redações, redatora de material didático, hostess de restaurante, secretária em comitê político e freelance em eventos.

No ano de 2009, decidi me aperfeiçoar em Eventos e no ano seguinte fui contratada pelo SENAC São Carlos. Durante esses quatros anos que desempenhei a função de docente, transitei por várias áreas: Desenvolvimento Social, Eventos, Lazer, Hotelaria e Turismo. Depois de tanto tempo em salas de aula (desde os 19 anos), aprendi a lição mais valiosa que carrego: respeitar as diferenças!

Acredito que desde muito nova, carrego comigo um senso crítico e de justiça muito pungente. Tenho um temperamento bastante assertivo, uma certa dificuldade com hierarquias, críticas e em acatar ordens. Assim, em 2014, achei que era o momento de me tornar definitivamente autônoma. Montei um escritório em casa e me arrisquei, com esse mesmo espírito destemido e criativo que herdei dos meus pais.

Nesse meio tempo, acumulei o máximo de conhecimento possível. Fiz cursos em Alimentos, Bebidas e Serviços. Queria oferecer um trabalho exclusivo e personalizado de consultoria em Casamento e Etiqueta. Essa empolgação se esgotou rapidamente, quando constatei que estava situada em um setor exaustivamente explorado, com excesso de profissionais e concorrência.

A ideia de direcionar meus serviços para o público LGBT ocorreu por acaso, quando um amigo me questionou se eu assessoraria a união dele com seu companheiro. Surgiu um interesse em pesquisar por profissionais que se dedicassem exclusivamente a esse público alvo. Notei a necessidade de exploração de um nicho de mercado que se encontrava em evidência, inclusive já visado pelas grandes marcas.

enlace colorido

Foto: Arquivo Pessoal

A princípio, o conceito da empresa era “Enlace Colorido, Casamento para Todos”. Com apoio do meu marido e de parceiros, montamos um planejamento estratégico: site, blog, Facebook, chat online, Skype, e outras mídias. Houve uma repercussão positiva e animadora. Contudo, eu ainda não tinha capital para fazer um investimento consistente e amplo. Deixei a Enlace de lado e continuei com minhas consultorias.

No entanto, eu passava meus dias com aquela máxima do David Bowie na cabeça: “Sempre tive a necessidade de ser algo mais que um ser humano”. A Enlace me despertava a sensação de estar promovendo alguma mudança no mundo. Eu não podia e nem deveria desistir. Essa era minha missão de vida.

brilhante

Foto: Arquivo Pessoal

Após inúmeras tentativas de fazer a empresa sobreviver sem praticamente nenhuma injeção financeira, ganhei um presente inesperado do universo: fui selecionada entre as vencedoras do concurso Hora de Brilhar, uma parceria da Unilever, Aliança Empreendedora e Escola de Você.

Nessa iniciativa de incentivar mulheres empreendedoras, participamos do Ciclo Brilhante, onde conheci o real significado dos termos empoderamento e reconhecimento. Tive a oportunidade de conviver com pessoas admiráveis e passei por um processo de ressignificação.

Hoje, a Enlace Colorido se prepara para reingressar no mercado com uma contribuição social mais significativa e abrangente. Nos tornamos um veículo de comunicação LGBT e por meio das mídias sociais e digitais disponibilizaremos informação de qualidade e “conteúdo com afeto”. Nossos canais e consultorias são inspirados por valores igualitários, humanizados e de apoio à diversidade.

*Em depoimento a Camila Luz

  • Essa matéria foi útil?
  • 0 0
Assine nossa Newsletter
Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter
Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receerá de nós.

Assine nossa Newsletter

Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter

Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receberá de nós.