Inspire-se > A sua história

Depois de tomar antidepressivos, Adriana Costa achou motivação para empreender

Adriana sorrindo com blazer preto e cabaleo loiro

“Eu sou Adriana Costa, de São Paulo, e tenho uma marca de bolsas e acessórios ecológicos que se chama Agama Bolsas e Acessórios. Minha maior motivação para empreender surgiu quando eu me vi tomando antidepressivos antes dos 30 anos de idade, trabalhando sem ser feliz. Foi quando eu entendi que poderia escolher trabalhar com outra coisa, que fizesse mais sentido. Empreender é um mix de sensações, emoções que precisam ser sentidas para que a gente entenda o que é.

Minha marca tem um apelo de sustentabilidade que surgiu naturalmente. Um dia, quando eu estava saindo do meu outro trabalho, vi uma pessoa descartando um monte de retalhos, sobras de tecido que para ela era lixo. Mas para mim aquilo não era lixo, era dinheiro, era material de trabalho. Desse estalo surgiu a oportunidade.

Hoje, a Agama dá vida e novo sentido para um material que já foi considerado lixo, e prolonga seu ciclo de vida. Da minha trajetória de empreender, surgiu a vontade de ensinar outras mulheres. Parto do princípio de que nós mulheres devemos nos ajudar. Comecei a dar as aulas para que essas mulheres tivessem independência financeira, e hoje eu aprendo muito mais do que ensino.

A Escola Brilhante me ajudou muito, principalmente a ter mais iniciativas. Abriu portas de conhecimento, me conectou com pessoas, aumentou a minha rede. E dessa rede surgiram parcerias. Hoje eu praticamente só tenho amigas empresárias, o que é muito legal, porque a gente compartilha esse sentimento de empreender, se inspira e serve de inspiração uma para outra. É lindo.

Quando você ouve alguém dizer que se inspirou na sua história, uma história tão comum, e ouve o que você tem de transformador é muito gratificante. Conhecer as histórias das mulheres que participaram da “Hora de Brilhar” foi muito enriquecedor. Me encontrei com pessoas que entendem o meu sentimento. Cada uma diante da própria experiência entende esse sentimento comum de quem empreende.

Quando eu disse que ia sair do meu trabalho para empreender, muita gente me chamou de louca. Muita gente mesmo, inclusive na minha família. Quando eu encontro outras “loucas” como eu, isso me fortalece. É incrível entender quanta força essas mulheres têm. Para empreender, para evoluir. É maravilhoso. Eu acho que todas as mulheres devem fazer aquilo que elas querem, sempre, sem que ninguém coloque limite. Assim elas podem ir longe, ao lugar onde de fato desejarem sendo donas das suas decisões, das suas ideias.

Por isso é que eu recomendo muito que outras mulheres se inscrevam no “Ciclo Brilhante”. Principalmente porque é de graça, não custa nada além do seu tempo, que será investido em alcançar algo que você quer.

Sobre a realização do sonho, eu gosto de dizer que ainda não realizei e sim estou realizando, é um processo em transformação. Acho que ele nunca vai acabar, porque os sonhos se renovam. Eu particularmente acredito sempre no lado positivo das coisas, assim me inspiro a continuar. Penso que a probabilidade de uma coisa dar mais certo só aumenta quando você der o primeiro passo. Suas chances são muito maiores quando você faz isso, e não fica aí parada esperando a vida passar. Se você não fizer nada, ninguém vai entregar nada para você, ninguém vai respeitar e apoiar os seus projetos.

Por isso eu digo para quem me pergunta: não tenha medo. O medo paralisa, não traz nada, não traz reconhecimento e recompensa pessoal. Ter seu próprio negócio é incrível. E se você está com medo, vai com medo mesmo!

Um ano após a participação no Hora de Brilhar, muita coisa mudou na minha vida. Tirei um ano sabático para me estudar a minha marca e passei por outras mentorias. Fiz um estudo minucioso sobre meu público-alvo e refiz minha identidade visual

Lancei uma nova coleção — o que não tinha feito até então. Acho que após o processo fiquei mais cara de pau para pedir parcerias. Em breve farei um editorial profissional de fotos com modelos, maquiadoras, fotógrafas e uma produtora de vídeos que irá fazer um mini-documentário contando a história de todos os envolvidos. Tudo será feito na base da permuta. 

Também tenho uma representante da minha marca em Salvador e estou começando uma parceria em quatro cidades do interior de São Paulo, além de Porto Alegre. Fiz parcerias com blogueiras de moda conceituadas em moda sustentável e com estilistas como o famoso Ricardo Almeida.

Em abril de 2017, fui convidada para dar um workshop em Salvador no Fashion Revolution Day. Vou dar uma oficina de costura e participar das rodas de conversa. Mas ainda há muito por vir. A gente não pode parar!

 

 

  • Essa matéria foi útil?
  • 5 0
Assine nossa Newsletter
Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter
Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receerá de nós.

Assine nossa Newsletter

Deixe seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades do Meu Negócio Brilhante assinando nossa newsletter

Ao enviar o seus dados, você concorda em receber e-mail de "Meu Negócio Brilhante". Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento clicando no link 'Cancelar inscrição' nos e-mails que receberá de nós.